top of page

Professores do Estado aprovam greve portempo indeterminado

Os professores e funcionários administrativos das escolas estaduais do Rio

de Janeiro aprovaram nesta, quinta-feira (11), greve por tempo indeterminado a

partir da próxima quarta-feira. Os profissionais reivindicam a implementação do

piso nacional do magistério e o piso dos funcionários administrativos, tendo

como referência o salário mínimo nacional.

Segundo o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Estado, o

projeto do governo para a categoria não incorpora o piso a todas as carreiras,

mas apenas reajusta os salários que estão abaixo do piso. Com isso, quem

ganha acima do piso não receberia nenhum reajuste.

Ainda de acordo com o Sindicato, o Rio de Janeiro paga o pior salário do Brasil

para os educadores da rede estadual.   Enquanto o piso nacional é de R$ 4.420,

o professor de uma escola estadual tem um piso de R$ 1.588 como vencimento

base para18 horas semanais.

Já os funcionários administrativos, em sua maioria, recebem um piso menor do

que o salário mínimo

Em nota, o governo informou que respeita a decisão de greve dos profissionais

e que caberá aos órgãos de justiça verificar sua legalidade.



1 visualização0 comentário
bottom of page